TRABAHO ou EMPREGO?

Estamos iniciando o mês de MAIO e ontem comemoramos o Dia do Trabalho. Acredito que a data tenha transcorrido com diversas reflexões a respeito do tema, mas gostaria de contribuir com a minha reflexão a respeito da evolução do conceito de TRABALHO.

Segundo o site http://www.brasilescola.com “comemorado no dia 1º de maio, o Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é uma data comemorativa usada para celebrar as conquistas dos trabalhadores ao longo da história. Nessa mesma data, em 1886, ocorreu uma grande manifestação de trabalhadores na cidade americana de Chicago.

Milhares de trabalhadores protestavam contra as condições desumanas de trabalho e a enorme carga horária pela qual eram submetidos (13 horas diárias). A greve paralisou os Estados Unidos. No dia 3 de maio, houve vários confrontos dos manifestantes com a polícia. No dia seguinte, esses confrontos se intensificaram, resultando na morte de diversos manifestantes. As manifestações e os protestos realizados pelos trabalhadores ficaram conhecidos como a Revolta de Haymarket.

Em 20 de junho de 1889, em Paris, a central sindical chamada Segunda Internacional instituiu o mesmo dia das manifestações como data máxima dos trabalhadores organizados, para assim, lutar pelas 8 horas de trabalho diário.Em 23 de abril de 1919, o senado francês ratificou a jornada de trabalho de 8 horas e proclamou o dia 1° de maio como feriado nacional.

Após a França estabelecer o Dia do Trabalho, a Rússia foi o primeiro país a adotar a data comemorativa, em 1920. No Brasil, a data foi consolidada em 1924 no governo de Artur Bernardes. Além disso, a partir do governo de Getúlio Vargas, as principais medidas de benefício ao trabalhador passaram a ser anunciadas nesta data. Atualmente, inúmeros países adotam o dia 1° de maio como o Dia do Trabalho, sendo considerado feriado em muitos deles”.

O que hoje encontramos no mercado de trabalho vai muito além do que se via na época da criação desta data comemorativa. Na verdade, como tudo que evolui com a história do homem, o trabalho hoje pode estar focado no TRABALHAR ou no SOBREVIVER. Com certeza, na época da origem das reivindicações trabalhistas, as pessoas estavam muito mais preocupadas em garantir os aspectos de dignidade e humanidade que a jornada laboral fosse capaz de oferecer. Condições de saúde e de segurança eram os pontos principais destas conquistas a serem atingidas.

No Brasil, como sabemos, estes direitos foram surgindo de forma gradativa e um dos marcos de certas garantias está registrado nas leis que datam da Era Vargas de governo. Após as mais famosas leis, como a CLT, outras conquistas somaram-se com as histórias de sindicatos e movimentos sociais capazes, inclusive, de promover influência sobre nossa política atual. Prova viva disto está no fato de nossos últimos 8 anos de Governo Federal estarem caracterizados por uma escolha voltada para um homem que foi representante destas lutas sinidicais ( falo do Presidente Luís Inácio Lula da Silva).

Bem, mas este não é um texto com caráter político. Quero voltar o foco para a realidade atual do mercado, que mostra-nos pessoas, em grande parte, voltadas para um objetivo muito maior do que o “ganhar dinheiro para sobreviver”. Tenho acompanhado muitos profissionais que buscam candidatar-se para vagas em empresas que possam lhes garantir, além de um plano de carreira, o incentivo à evolução em sua vida profissional. Estas mostram-se competentes no sentido amplo da palavra, muito além do que se espera delas por sua capacidade técnica. Destacam-se por suas manifestações de capacidade no SER e no RELACIONAR-SE.

Com isto, destaco a importância da conscientização de lideranças e CEO´s no que diz respeito à valorização dos profissionais que lideram. Uma empresa que deseja se consolidar no mercado com uma imagem de qualidade, necessita motivar seus profissionais através de políticas bem definidas no que diz respeito à valorização e meritocracia. Além disto, as empresas precisam adotar práticas de seleção e acompanhamento de pessoas por meio do Sistema de Avaliação de Competências, uma das ferramentas maios efetivas de sucesso no que diz respeito à Gestão de Pessoas atualmente.

E, para os profissionais que buscam concretizar seu sonho de um emprego de qualidade, é fundamental que coloquem entre as visões de futuro para suas carreiras o foco do DESENVOLVIMENTO PESSOAL e PROFISSIONAL. Nos dias de hoje, comemorar o TRABALHO é visualizar o futuro, da gratificação em sua atividade profissional e não apenas o presente, a garantia de recebimento mensal de seu salário.

Você tem visualizado su FUTRO profissional? As respostas podem defnir os objetivos de sua carreira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>